Série: la trêve

Duas temporadas. A série é cheia de suspense. Um suspense bem pensado. A produção decidiu o início e o fim de uma só vez. Não é um suspense que nem PLL que vai e volta e vai e volta e espera, isso foi decidido agora, não é? Só pode! É um suspense sólido. Se é que essa expressão existe.


Começa com alguém morrendo e a polícia precisa descobrir quem matou. Claro que a gente só descobre o assassino no último episódio da temporada… qual graça teria se fosse diferente?

Um suspense policial belga. Todo mundo falando francês. Muitas imagens de florestas lindas.

A primeira temporada é incrível de doida. Começa com Peeters e sua psicológa em uma sessão. Peeters: investigador; personagem principal; MUITO perturbado. Toma milhares de pílulas (se droga) todos os dias e é o melhor detetive que existe na cidade. Um clássico drama psicológico.

Então ele matou alguém? Ah coitado, nem ele sabe. A gente é levado nesse mar de dúvidas e resquícios do que ele lembra que aconteceu. A investigação é sobre a morte de Driss Assani, um jovem jogador africano de futebol. Parece que foi suicídio, mas não foi. Foi planejado para parecer suicídio. Os policiais babacas levam como suicídio e pronto. Peeters investiga por conta própria porque acredita que Driss não se matou.



Durante os episódios você é levado a crer que pelo menos cinco pessoas matou o jogador. O último episódio é uma gangorra. Você acredita que foi fulano, e durante a série foram narrados seus “motivos”*, mas depois parece que foi o outro e depois o irmão do outro. Enfim, só nos últimos segundos do último episódio que você descobre quem matou. E acaba com a boca aberta ainda sem entender o plot twist.

A segunda temporada foi a mesma coisa. Como você já sabe o que esperar, a ansiedade vem no primeiro episódio quando um jovem confessa o assassinato de uma mulher rica. Mas não é tão simples assim. Peeters está afastado da delegacia (o motivo você descobre assistindo a primeira temporada) mas uma colega pede ajuda nesse caso e ele volta a ter ilusões e a descobrir tudo e além. Ele parece um cão com raiva. Não consegue questionar um suspeito sem cuspir nele. Que rude, Peeters!

Foi um choque ver todo mundo branco na cidade. Uma disparidade enorme com a mistura que é o Brasil. Mas claro que isso tem a ver com a colonização e história do país. Só achei muito água com sal. Muito do mesmo. É todo mundo igual. Até os jovens querendo beber e ser diferente. Todos igualmente diferentes.

Além de que, em uma cena aparecem dois caras brancos barbudos matando alguém MEU QUERIDO você quer o quê? eu não sei quem é quem. Não consigo identificar se não tem nenhuma dessemelhança entre eles. Enfim. Senti que era um monte de gente branca fazendo a série. Na primeira temporada tem o Driss, negro, mas fica bem claro que ele estava ali para jogar futebol (oferecer um serviço) e acaba sendo morto.

*entre aspas porque convenhamos, não existe motivo para matar alguém.


A música da introdução é tão boa que é difícil esquecer, ó:


Advertisements

Tapioca com salsicha vegetal

Um dos tópicos que me pediram para compartilhar por aqui é sobre minha alimentação. Fiz um post inicial (esse aqui) sobre e pensei em colocar receitas também. Tudo muito fácil e rápido. Até porque eu amo cozinhar, mas a ansiedade chega até a coçar se algo demora muito para ficar pronto. Parece que vai errado em um piscar de olhos.


Sobre comidas para café da manhã, deixo claro que não bebo café e não sou apaixonada por pão. Então você deve pensar que eu sou muito chata para comer e que não devo comer nada de manhã Hehe Não é bem assim… Posso até ser chata, mas é porque gosto de comer comida que me deixa satisfeita e feliz. Comer pão não me deixa feliz.


Desde que parei de comer carne, tenho comprado outras comidas para ampliar meu consumo inteligente e minhas experiências gastronômicas. Nunca fui apaixonada por salsichas, quando era cirança meu salgado favorito era sim o enroladinho, mas fazer o quê. Que bom que a gente cresce.


A receita de hoje é com meu maior achado: a Salsicha Vegetal da SuperBom. Mas já vou avisando que o preço é salgado! Custa em torno de 15 a 20 reais. Vale muito a pena se você quer experimentar algo novo e sem maus tratos aos animais.




 . Tapioca com Salsicha vegetal . 

Ingredientes: 

☁ Tapioca* (três colheres de sopa);

☁ Uma salsicha vegetal;

☁ Pimenta do reino (a gosto);

☁ Uma cabeça de cebola pequena (usei uma cebola pérola, mas você pode usar um pouco de uma cebola grande que o efeito é bom igual),

*A tapioca é bem barata em qualquer supermercado que eu vá, e como só eu como, dura muito mais do que só cinco porções (o indicado na embalagem). Essa foi 3 reais e pouco.


Modo de preparo:

Tapioca:

Coloco na frigideira pequena três colheres de sopa generosas de tapioca no fogo alto, e depois abaixo o fogo e viro quando ela estiver bem unida.

Enquanto a tapioca está no fogo, corto as salsichas (não muito fina nem muito grossa). Neste caso, a espessura vai como você preferir. É o tempo da tapioca ficar boa. Coloco num prato e deixo ela ali esperando.


 Recheio: 

Coloco um fio de óleo na frigideira (uso o de girassol mesmo, ainda não encontrei uma alternativa ~se você souber coloca nos comentários? <3) e frito a salsicha.


Eu gosto dela beeeeem tostada, que chega a ficar crocante, sabe? Então aumento o fogo e deixo lá fazendo os barulhos que ela gosta de fazer.


Enquanto isso, corto uma cebola pequenina em pedaços pequenos. Viro as salsichas uma a uma e quando fica bonita por inteiro, acrescento a cebola. Nisso, coloco também pimenta do reino e mexo tudo. Coloco a salsicha no prato, em cima da tapioca e meu café da manhã nada convencional está pronto!


E… Tcharam!! Está pronta! ficará mais ou menos assim (ou tão gostosa quanto, te garanto!):


Beijo de nuvem  
@grid.lou

Transição alimentar (?)

Não acredito em transições alimentares. Se é que essa expressão existe.

Você quer parar de comer carne, mas ainda come peixe? Então você não quer parar de comer carne.
Ontem eu disse que quero parar de comer ovo. Numa conversa normal.
Ele disse: ah sim… a transição para o veganismo.
Eu disse: risos. Não. Paro de um dia para o outro se eu quiser.
Para mim não existe isso de transição alimentar.
Se eu quero, eu paro.
Pronto.
Assim como eu decidi parar de comer carne no dia 31 de maio, só que eu já tinha feito a marmita do dia seguinte, e por isso tive que comer para não jogar fora. Pura comédia dramática. Mas a partir do dia primeiro de junho: nada de carne.
Ponto final.
Entende?
Se você tem um objetivo, seja determinada (:

Beijo de nuvem 

Site Anuviar Bordados

Olá, pessoas! Tudo bom?

Que saudade de escrever aqui. Parece que fiquei longe por meses, sendo que nem fiquei! hehe
Hoje venho mostrar para vocês o site da minha loja de Bordados. Pera… você não ficou sabendo? Siiiiiim! O Anuviar Bordados está com um site bem lindo e com uma coleção nova!!!!
Eu e você comemorando agora. (Eu sou Phoebe )
Vem visitar o site comigo! O link é esse (:
Na parte de cima você encontra quatro categorias marcantes: Astrologia, Ativismo, Geométricos e Fandom. 
Em Astrologia, tem a nova coleção de bordados astrológicos. São doze desenhos inspirados nos signos, e separados de acordo com a ordem de que cada um no ano;
Em Ativismo, é unido o feminismo e vegetarianismo/veganismo, duas seções que não poderiam faltar. Por enquanto, temos dois bordados o “GRL PWR” e os Peitos Florais;
Em Geométricos, tem a borboleta e o unicórnio feitos com linha furta-cor e o flamingo com tons de rosa;
Fandom que tem o letreiro de Friends e a polaroid que Lydia tirou dos fantasmas de Beeltejuice. E em Todos que você encontra todos os citados acima mais a aranha, que ficou sem categoria e que é meu xodó 
Vale a pena conferir também a categoria “Sobre nós“, em que escrevi sobre o início de tudo.
Que tal adquirir uma arte única e presentear alguém que você ama?
As categorias serão atualizadas em breve. Então fiquem ligadas! Espero que vocês tenham gostado do novo site! 
Beijos de nuvens 

Será que chego em Nárnia?

Ontem fiquei a tarde inteira/noite arrumando meu guarda-roupa.

O que cabe em duas portas para fazer tanta dor de cabeça? cabe muito.
Algumas pessoas (Ayla) poderiam falar que guardo coisas que poderiam ser jogadas fora. Mas, em minha defesa: já fui pior.
Guardar o ingresso do primeiro filme que eu e o namorado fomos é normal, certo? Mas e guardar TODOS os papeis de bala que ele me deu (em sete anos de namoro)? Tá, que isso joguei fora lá atrás em 2016 junto com tudo que você puder imaginar (e não) que eu guardava. Foi um surto de organização. Saudades.
Mas na arrumação de ontem, percebi que tenho menos e menos lixo por lá. Amém.
Não: não sou uma acumuladora que nem aquelas pessoas dos programas. Sempre arrumo e tenho um pavor de abrir o guarda-roupa e cair tudo em cima de mim.
Foram dois sacos de lixo. Sempre que arrumo surgem várias tralhas que não sei como foram parar ali. Inclusive, descobri umas canetas secas, que sei que não comprei, sendo mantidas em cativeiro. No passado, porque já joguei fora. Já não. Era tempo de jogar fora.
Me irrita muito quando não sabem usar o “já” e o “ainda”. Se está em tempo, não se usa o já. Não usa nada.
Nas arrumações vejo quanto vestido bonito tenho. E que não nasci para viver nesse calor, porque tenho um monte de blusas de frio maravilhosas (??-que não dá pra usar-??). Não entendo.
Encontro meu shorts que foram escondidos por outros shorts e que raramente uso.
Um momento de nostalgia e de tristeza. Queria ter espaço para guardar tudo o que quero.
Querer. Depois falo sobre isso.
Pelo menos percebi que sou tão ruim de memória que manter ou não os ingressos não é garantia de guardar, de fato, a lembrança. Fico: com quem fui ver esse filme?

não ia chover hoje?

Eu não acredito nas previsões do tempo. Nunca acreditei, na verdade. Quem pode dizer se vai ou não nublar senão as próprias nuvens? Elas não vão contar para um mero mortal (ou melhor: um mero instrumento feito por um mortal) quais seus próximos movimentos. Elas são insconstantes. Além de que: as previsões sempre erram.

Ultimamente as pessoas estão vindo com os celulares apontando para mim e dizendo: você, viu? não fica triste com esse sol e esse calor porque segunda-feira vai chover.
Eu digo, já desanimada com a longa frase ouvida: han… quem disse?
A pessoa responde: ah eu vi na previsão do tempo.
Previsão_do_tempo
Será que as pessoas sabem que não é possível prever o tempo?
Eu já disse mais de trinta vezes que não acredito. Normalmente nas previsões é sempre uma “frente fria” que chega no próximo final de semana. Ata.
Por mim poderiam investir o dinheiro que gastam na previsão do tempo em outra coisa mais certa, como os shows que aconteceram porque não choveu para “atrapalhar” e etc.
Reparei que estou com um mania muito chata de falar etc, mas facilita a vida não ter que me explicar quando não quero.

Como as pessoas devem achar que a previsão do tempo funciona:

Day dream/devaneio

É normal eu sonhar acordada.
Estou andando em uma rua movimentada,
cheia de bares,
voltando para casa,
e um homem que me segue há dias
entra em um bar e pega a faca
ainda suja e ácida de limão usado na caipivodka
Ele é bom de mira.
Sinto a faca atravessar minha garganta.
Arrepiada.
Um vento frio me abraçou.
Ainda estou aqui. Sorrio.

Foi só um sonho acordada.
24.08.18

Letras português e a capacidade humana de esperar e decorar


Depois de um tempo decorei quanto tempo depois do começo da aula os professores demoram para chegar na sala. A aula começa 7 horas, se ele chegou nas quatro primeiras semanas do semestre às 7h40-8hrs ele vai fazer isso sempre. Costume. É o tempo de se conhecer o professor e horário interno de cada um.

  •  A aula começa às 14h, mas ele chega às 14h40.
  •  A aula começa às 18h, mas ele chega às 18h30-19h.

Decorei e chego sempre no horário estipulado para não acontecer a espera. Essa é a pior espera: a não programada. Não estar preparada para esperar. Quando não tenho textos em mãos e fico 40 minutos questionando minha existência e os atrasos alheios.

 — Que horas a aula começou?  (cheguei 7h30)

 — Umas 7h-7h05

Que piada! Depois de esperar 40 min x 4 tenho que criar uma confiança em um outro horário e novamente começar a chegar às 7h? — penso.

Mas não perdi nada, percebo.

Eles não passaram da primeira linha.


Letras português, obrigada.

15 de junho de 2018

Vídeo Planner 2019

O ano começou eeeee eu finalmente fiz o vídeo mostrando o Planner 2019 que está disponível na loja Oh My Stunning. Como assim você ainda não foi na loja? Vai lá e me conta sua opinião ❤ Estou muito feliz com o resultado da loja. Ela está muito linda de ver!
O vídeo está aqui embaixo e, se você gostar, não esquece de dar like e compartilhar com quem você quiser. Vai me ajudar muito na divulgação 
Por hoje é isso! c:
Beijos com formato de nuvens